sábado, 28 de fevereiro de 2009

Poema Azul : Para Guto

Poema Azul


O azul tomou conta do meu ser
Completando o meu viver
Um azul anil
Um azul muito infantil
Azul transparente
Feito por a gente
Azul de água corrente
De ma r cristalino
Um belo azul menino
Que veio para abençoar nosso destino
Azul traquino...
Cheio de beleza
Quase um azul turquesa
Presente da natureza
A maior das riquezas
Uma cor de privilegio varão
Que tomou de vez o meu coração
Primogénito cheio de magia
Desarmando toda ou qualquer melancolia
Cor com sabor de amor
Vida vivente em mim
Permanecerá sem fim
Pois sobreviverá depois de mim
Azul muitas vezes marinho
Que veio nos unir com carinho....


14/2/2009
Ana Thália

Um comentário:

Sonia disse...

ANATHÁLIA,que lindo poema azul!Você está cada vez mais inspirada,parabéns e que DEUS TE ILUMINE e te proteja sempre.Ficamos aqui na espera da notícia mais esperada do ano novo.Beijos, fiquem com DEUS.SONIA.